O que é Marketing Digital? Entenda o relevante que vai te ajudar a lucrar

O que é Marketing Digital? Entenda o que é relevante e vai te ajudar lucrar

4 Passos Para Trabalhar Pela internet
4 Passos Para Trabalhar Pela Internet Vendendo Produtos Digitais
16/07/2017
seo-search engine optimization-
SEO: Entenda o que é Search Engine Optimization e Aproveite
12/08/2017

O Marketing digital se tornou um assunto importante por ser uma estratégia eficiente de conduzir negócios e empresas.

 

De uns anos pra cá, essa estratégia vem sendo muito comentada e utilizada para fazer com que empresas ganhem mais visibilidade e dinheiro, e também, por gerar empregos e muitas oportunidade.

 

Ou seja:

 

Marketing Digital é uma estratégia de comunicação que pessoas e empresas usam para se envolver com sua audiência e comercializar produtos físicos, digitais ou serviços através da Internet.

 

Fazer marketing é reunir todas as funções que fazem com que um produto ou serviço oferecido por uma marca possa ser adquirido pelo consumidor.

 

Me acompanhe fazendo a leitura desse artigo. Vou te ensinar algumas coisas interessantes sobre marketing digital, esclarecendo essa dúvida pra você, assunto por assunto.

 

Veja o que você vai aprender

 

 

De Onde Surgiu o Marketing Digital?

 

de onde surgiu o marketing digital? Entenda!

 

Estudando e trabalhando na área, já me deparei com afirmações de que essa estratégia de vendas já está rolando há mais de 100 anos por aí, mesmo não tendo as mesmas informações e potência que tem hoje.

 

Sinceramente, fiquei impressionado com a informação.

 

Em 1896 Guglielmo Marconi, fez uma “transmissão pública de sinais “wireless” pela primeira vez.

 

Guglielmo Marconi, foi o responsável pela invenção do rádio.

 

Tempos depois da sua primeira demonstração na Inglaterra, sinais em código morse foram transmitidos através de águas abertas.

 

Enquanto outros 10 anos demoraram para o rádio alcançar o público geral, certamente não demorou muito para os criadores descobrirem que ele poderiam ser usado para vender.

 

A primeira transmissão ao vivo foi de uma performance de ópera no Met, e adivinhe o que as pessoas fizeram depois disso?

 

Compraram Ingressos!

 

Surgia aí o Marketing digital.

 

Nos anos 90, Tim Berners-lee idealiza o objetivo de compartilhar arquivos com seus amigos na web.

 

Durante esse cenário, como a primeira forma de se relacionar, surgiu o e-mail, idealizado por Ray Tomlinson, que na época, era a única forma de compartilhar informações e arquivos na rede.

 

Em 1995 a gigante Amazon vende seus primeiros livros.

 

Em 1997 Jorn Barrer cria o primeiro blog.

 

E no final dos anos 90 é criado o gigante da web. Nasce o Google, por Larry Page e Sergey Brin, revolucionando o jeito de fazer marketing.

 

Em 2008, a Apple lançou o AppStore, trazendo o conceito de estratégia de marketing e venda de aplicativos para dispositivos móveis.

 

Em 2010 surge o conceito de Geolocalização, que usa a localização de cada pessoa para otimizar a experiência de interação. Exemplo disso é o Foursquare,

é uma rede geosocial e de microblogging, que permite ao utilizador indicar onde ser encontrado, e procurar por contatos seus que estejam próximo desse local.

 

Como podemos ver, do mesmo jeito que problemas são solucionados usando internet, grandes empresas também surgem a partir dela.

 

Interessante, não é mesmo? O marketing digital já está há alguns anos em nossas vidas, evoluindo e trazendo oportunidades contínuas.

 

Diferença Entre marketing Comum e Marketing Digital

 

diferença-de-marketing-digital-para-marketing-comum_mini-compressor

 

Marketing tradicional, ou marketing comum, como é conhecido, tem o objetivo de criar estratégias que geram lucros, por meio da adaptação de produtos e ofertas de mercadorias, ou serviços às necessidades do consumidor.

 

Resumindo, o velho marketing, como conhecido na internet, tem como objetivo principal a venda e, em muitos dos casos, o cliente não tem a opção de palpitar quanto à oferta ou ideias da marca, mas sim, decidir entre comprar ou não comprar, o que não é um bom negócio para a marca.

  

Na maioria das vezes, o velho marketing deixa de lado o cliente e sua opinião, fazendo com que as empresas percam oportunidades de se desenvolver com o feedback dos consumidores.

  

O Marketing Digital por outro lado, já expande a visão de marketing para um outro nível, e potencializa negócios com muito mais força e impacto na vida das pessoas!

 

Essa estratégia traz a oportunidade do empreendedor estudar seu público alvo em detalhes, através de campanhas otimizadas, conversas em chats, entrevistas por Skype, formulários em sites e ações nas redes sociais.

 

O marketing digital deve entregar para as pessoas informações úteis, que resolvam problemas e geram oportunidades dos atuais e futuros consumidores.

 

E através disso, eles também podem conhecer melhor o seu público, pois vão interagir com a marca, dando seus feedbacks positivos e negativos, trazendo muitas vezes informações relevantes para o negócio.

 

Pois interagir e criar engajamento com os consumidores hoje em dia é importante não só para o empreendedor que aprende e pode desenvolver o melhor através do feedback, mas também traz a oportunidade de um potencial cliente se informar quanto ao seu produto ou serviço, aumentando (e muito) as chances de vendas.

 

Mas isso somente se toda a estratégia de marketing for feita da maneira certa, é claro!

  

Dos 4Ps do Marketing aos 8Ps do Marketing Digital

 
Dos 4ps do marketing para 8 ps do marketing digital_mini

 

 

Os 4 Ps do marketing, conhecidos também como Mix de Marketing ou Composto de Marketing, representam os quatro pilares básicos de qualquer estratégia de marketing: Produto, Preço, Praça e Promoção.

 

Quando os 4 Ps estão em equilíbrio, tendem a influenciar e conquistar o público alvo, o que não quer dizer necessariamente que foi tudo um sucesso.

 

A definição foi criada pelo professor Jerome McCarthy e expandida por Philip Kotler.

 

O que ele queria com a definição desses quatro grandes pilares émostrar porque algumas marcas são mais caras que outras, porque algumas vendem mais que outras, e porque algumas são melhores promovidas do que outras.

 

Já os 8Ps do Marketing digital, foram criados pelo Conrado Adolpho Assis, empreendedor digital brasileiro, que observou a necessidade de ter mais Ps, para garantir a definição de um plano de marketing cada vez mais completo e integrado.

 

Garantir que o que está sendo colocado no mercado chegará até o público alvo e será consumido por ele é muito mais do que simplesmente falar de produto, praça, preço e promoção.

 

Atualmente a metodologia dos 8Ps do Marketing é a mais usada no Brasil e é reconhecida internacionalmente.

 

Algumas universidades por aqui, já ensinam esse método por causa da desvantagens dos antigos 4Ps.

 

Os Ps acrescentados são: Pessoas, Processos, Posicionamento, Performance.

 

São os pilares essenciais em qualquer estratégia de marketing digital focada em obter resultados.

 

Me acompanhe para entender melhor o que cada um desses 8Ps significa nessa estratégia de mercado.

 

Produto

 

O que especificamente vai ser vendido?

 

É preciso entender e definir o que será entregue nesse produto.

 

Como por exemplo: Quais as funções que ele deve desempenhar, como ele será, como o cliente pode utilizá-lo, qual será o nome dele, e várias outras questões que fazem você desenvolver o seu produto.

 

O produto é uma das coisas que se vê na empresa. Isso não quer dizer que as outras coisas não são importantes, mas o produto pode determinar o sucesso ou o fracasso do negócio.

 

Ou seja, seu público precisa daquilo que você tem a oferecer? Porque se não precisar, rapidamente você será esquecido.

 

Com o produto definido, você pode pensar nos outros pilares abaixo.

 

Preço

 

Obviamente, o preço é o valor que você vai cobrar do seu cliente para entregar o produto.

 

Porém esse P não é referente apenas ao valor monetário, mas sim ao valor agregado, perceptível, da sua marca.

 

Saber quanto ele vai custar para ser produzido, quanto ele vai custar para ser entregue e quanto ele custará para ser vendido é importante. Assim como saber quanto as pessoas estão dispostas a pagar por ele.

 

Afinal, não adianta nada investir em um produto que as pessoas não vêem um valor agregado e que não estão dispostas a pagar por ele.

 

O valor percebido é desenhado em todos os outros pilares. Saber o que é, como ajudar sua persona, como você o distribui, fazem total diferença na definição do preço.

 

Praça

 

Praça é a colocação do seu produto ou serviço no mercado. Ou seja, como seu cliente chega até você.

 

É importante saber onde seu público está, quais mídias sociais usa, quais tipos de estabelecimentos ele vai normalmente, se prefere comprar online ou nas lojas físicas, etc…

 

Não adianta você ter uma loja enorme, quando na verdade seu público compra pela internet.

 

Promoção

 

Promoção de um produto, no conceito dos 4Ps, não significa uma liquidação ou desconto.

 

Promoção está diretamente ligada ao marketing dele e como ele será promovido.

 

Como esse produto chegará até seus compradores.

 

Para isso podemos pensar em responder perguntas como: quais os melhores canais de distribuição, os melhores pontos de venda, os melhores meios para divulgar a marca.

 

Para responder a essas perguntas você precisa pensar no seu público alvo e entender o que ele gostaria de saber sobre o produto e como ele o consome.

 

Os 4 (novos) Ps do Marketing

 

Os 8Ps do Marketing são os quatro citados acima (preço, praça, promoção e produto), adiciono agora: pessoas, processos, posicionamento e performance.

 

Pessoas

 

Entender onde divulgar o seu produto e como ele chegará ao seu público final é de extrema importância.

 

Essas duas coisas dependem de marketing, claro, mas também de estudar do comportamento da sua persona.

 

Falar de pessoas é falar da extrema importância que esse assunto tem para o negócio.

 

De nada adianta a comunicação chegar às pessoas se quando elas vão até você adquirir seu produto ou serviço, você não as atende bem.

 

Atender bem é ler/ouvir as necessidades e encontrar a melhor solução para elas. A necessidade de se criar empatia com o público é muito importante para a saúde do negócio.

 

Processos

 

Esse pilar representa todos os fluxos de trabalho, procedimentos e metodologias que devem ser utilizadas.

 

Temos alguns aspectos para analisar aqui. O primeiro é a importância de processos para atender seu cliente, encantando e promovendo a melhor experiência de usuário para ele.

Cada vez mais, devemos estar atentos com isso, pois vai de encontro a tudo que falamos acima no quesito “pessoas”.

 

Os processos também são importantes internamente. Quem é responsável por determinadas funções, quando fazer cada uma das atividades e como realizar cada uma das tarefas.

 

São os processos que nos orientam sobre o que devemos ou não fazer. Eles são necessários para atingir um nível de padronização necessário nas entregas, internas e externas, de qualquer negócio.

 

Posicionamento

  

A estratégia de posicionamento é aquela onde a imagem que você deseja ter perante seu leitor/consumidor é passada com clareza, a ponto do seu público concordar com você no que diz à respeito de sua marca.

 

A empresa deve saber qual será o seu posicionamento estratégico, e se firmar na posição estabelecida.

 

Veja algumas coisas que você deve saber para criar seu posicionamento.

 

O produto vendido é barato e de baixo custo, então deve-se vender em grande volume? Ou está procurando a diferenciação, e por isso pode cobrar mais caro por cada produto vendido uma vez que ele é exclusivo?

 

Quais são os valores da sua marca? Como eles se relacionam com o seu produto e o seu público? Tudo isso faz parte do posicionamento e são exemplos de questões que você deve se perguntar.

 

Performance

 

Este pilar é conhecido também como produtividade e qualidade. Neste ponto conseguimos falar sobre o sucesso que o seu negócio está tendo ou não.

 

Como primeiro passo é importante definir KPIs (key performance indicators), que não são nada além dos indicadores chaves que sua empresa deve procurar mensurar ao longo de cada ciclo, seja diário, semanal, mensal, trimestral e etc…

 

Definir esses indicadores e persegui-los no dia a dia da sua empresa é de extrema importância.

  

Só assim sabemos se estamos conquistando ou não nossos objetivos e se estamos sendo bem sucedido nos outros 7Ps citados.

 

Se não, o que precisa ser repensado? Como será repensado? Esses indicadores te mostrarão o que fazer ou pelo menos te darão uma ideia para onde ir.

 

As metas de um negócio normalmente são relacionadas ao financeiro: vendas, obtenção e crescimento de receita, mas podem estar diretamente ligadas aos outros pilares.

 

Ou seja, quantas pessoas estão te encontrando a partir da promoção que você definiu no começo? Qual o valor que as pessoas estão vendo do seu produto?

 

Outbound Marketing e Inbound Marketing

 

inbound-marketing-compressor (1)

 

 

Essas, são duas palavras que parecem novas no cenário do marketing digital para muitas pessoas, mas, que na verdade já estão há algum tempo no mercado.

 

No marketing digital se ouve falar muito sobre a relevância de ambos, e o impacto que essas estratégias causam na vida do público.

 

Me acompanhe, pois vou explicar para você o que significa Outbound Marketing e Inbound Marketing, pra que você possa aprender e tirar proveito deles.

 

Outbound Marketing

 

O Outbound Marketing, ou o marketing tradicional, por sua vez tem como principal objetivo trazer clientes oferecendo serviços ou produtos.

 

A ideia é ir atrás do cliente ativamente e não necessariamente gerar o interesse genuíno desse possível cliente na sua empresa.

 

Esse tipo de marketing cresceu muito com o uso de propagandas no rádio, TV, jornais, revistas, mala direta, cartazes, patrocínio de eventos, enfim, nos meios mais tradicionais de publicidade.

 

Hoje essa forma de fazer marketing já não faz tanto efeito, pois as pessoas querem conhecer melhor as marcas e poder interagir com elas.

 

E é aí que o Inbound Marketing entra em cena!

  

Inbound Marketing.

 

O principal objetivo do Inbound Marketing é atrair e fidelizar clientes.

 

Esclarecendo: Inbound Marketing quer dizer marketing de atração. Ou seja: a ideia principal não é ir atrás do cliente, e sim, despertar o interesse dele, para que ele venha até sua marca para conhecê-la melhor.

 

Essa atração é conquistada através de conteúdos de qualidade para o seu público. Sendo a produção de conteúdo o principal combustível para o Inbound, é necessário que esse conteúdo seja de qualidade e que comunique algo relevante para as pessoas certas.

 

Assim como a ideia principal é atrair o público e despertar nele um interesse genuíno nos produtos ou serviços da marca, é preciso entender bem quem é esse público.

 

Ou seja, primeiro saber quais são seus interesses, dúvidas e desafios, para então oferecer conteúdos que o ajude a resolver os problemas que tem ou o faça enxergar uma oportunidade ainda não vista, onde a solução é exatamente o serviço/produto que a sua empresa oferece.

 

Esse caminho é o que chamamos de Funil de Vendas, no qual o objetivo é ajudar esse público a caminhar até o fundo do funil do negócio e virar efetivamente um cliente.

 

Portanto, usando conteúdos atrativos, você aumenta o tráfego do seu site, sendo que nessa fase eles ainda são apenas visitantes, você ainda não tem um contato e não sabe quem é essa pessoa.

 

Por isso, mais do que criar conteúdos relevantes, é preciso ter em seus canais pontos de conversão, ou seja, Landing Pages ou formulários que transformem seus visitantes em contatos, que em Inbound chamamos de Leads.

 

Canais Usados no Marketing Digital

 

ferramentas de marketing digital JPG_mini

 

 

O que vem a sua mente quando eu lê em canais? 🙂

 

Canal é um meio de distribuição ou transmissão de algo.

 

Quando falamos dos canais de TV, eles são um meio pelo qual a transmissão chega até o espectador, ou no caso dos canais de água são o meio pelo qual ela é levada de um ponto a outro.

  

Os canais de marketing seguem o mesmo conceito.

 

Eles são os caminhos pelos quais você poderá levar seu produto até seu cliente final, ou seja, são as formas que farão com que seus produtos fiquem disponíveis para compra.

 

Dessa forma, podemos dizer que o principal objetivo dos canais de marketing é fazer com que um produto ou informação chegue o mais rápido possível no local onde o consumidor pode encontrá-los.

 

Pensando nisso, veremos abaixo quais são os tipos de estratégias de distribuição que você poderá utilizar.

  

Blog

 

Um blog é construído para publicar artigos inéditos e atualizados sobre temas vários temas.

 

Estes artigos são conhecidos em inglês como “Post” ou “Publicações” em Português.

 

Por meio dele, seu negócio tem a possibilidade de estabelecer autoridade no mercado, se conectar com seu público e, principalmente, transformar visitantes do seu blog em possíveis clientes.

 

Mídias Sociais

 

Hoje em dia o Facebook, YouTube, Twitter e Instagram são as mídias sociais mais usadas no mundo.

 

Enquanto cada uma delas possui um formato diferente, o objetivo das marcas que estão presentes nestas plataformas é o mesmo: promover conteúdo e se comunicar com sua audiência.

 

Mídia Display / Ad Networks

 

A mídia display é um dos formatos mais tradicional de se fazer marketing digital. Basicamente são aqueles famosos “banners” e outros anúncios gráficos que vemos em vários sites por aí.

 

Quando o marketing digital começou a fazer sucesso, os publicitários investiram no formato display, já que era mais viável do que comprar um espaço em mídia impressa.

 

Hoje existem vários tipos de Ad Networks, como por exemplo o AdSense, provavelmente a maior do mundo.

 

E-mail

 

Fazer marketing por e-mail continua sendo uma ótima opção, pois é um canal de contato direto em que o assinante te deu autorização para enviar um conteúdo para a caixa de entrada dele.

 

Assim como a mídia display, o uso de e-mail como estratégia de marketing evoluiu muito com o tempo.

 

Hoje não adianta simplesmente conseguir uma lista gigante de e-mails a qualquer custo e disparar emails publicitários torcendo para conseguir fazer vendas.

 

Iniciativas assim não funcionam como antes, (o que não quer dizer que funcionavam bem) pois provavelmente seu e-mail cairá em uma caixa de spam.

 

Por outro lado, ter uma lista de e-mails limpa, autorizada, com a qual se mantém um bom relacionamento, pode ser um canal de acesso rápido, barato e altamente lucrativo.

 

Native Advertising (publicidade nativa)

 

Com o resultado positivo do marketing de conteúdo na internet, e a impaciência do consumidor ao ser interrompido por uma propaganda, surgiu a oportunidade de“novo” tipo de marketing, o Native Advertising.

 

O crescimento da publicidade nativa é muito associado ao fato de que o público já não tem muita paciência para ser interrompido enquanto consome seu conteúdo na Internet.

 

Hoje está se tornando comum marcas criarem, por exemplo, seus próprios informativos em sites como o Buzzfeed e People.

 

O “Native ads” é uma publicidade em formato “natural” ao do site em que ela se encontra, ou seja, fotos, vídeos, título, e logo de marcas patrocinadoras são mostrados quase como se fossem parte do conteúdo restante do site.

 

Webinars

 

Webinar é um tipo de videoconferência no qual a comunicação é feita a partir de uma ou mais pessoas, através da internet.

 

A interação entre os participantes é feita no chat, de modo que eles podem conversar entre si ou enviar perguntas ao palestrante.

 

Esse tipo de transmissão costuma ser feita quando o produtor de conteúdo já mantém uma relação com seu público, seja através de e-mail ou outros canais nas mídias sociais.

 

Muitas marcas usam para se comunicar sobre de algum tema específico, e durante ou depois da aula/palestra, oferecem um produto ou serviço.

 

Ebook

 

Livro digital (ebook) é qualquer conteúdo de informação, semelhante a um livro, em formato digital, que pode ser lido em equipamentos eletrônicos – computadores, leitor de livros digitais ou por celulares que suportem esse recurso.

 

É usado para capturar leads (contatos de email) através de uma página de captura ou formulário.

 

Vantagens do Marketing Digital

 vantagens-do-marketing-digital_mini

 

 

A principal vantagem do marketing digital é a estratégia Inbound. O Inbound Marketing é mais do que uma estratégia, é um novo olhar sobre o marketing de uma marca.

 

É uma maneira inovadora e mais adequada de se relacionar com seu público e clientes, gerando valor por meio de conteúdos que ajudam a educar, informar e entreter.

 

Conheça outras vantagens que farão você pensar na sua estratégia de marketing com uma outra visão.

 

1ª Mensuração

 

Você pode fazer a mensuração dos resultados a partir da primeira ação de Inbound Marketing, contando com ferramentas de monitoramento, como Google Analytics, que ajudam a entender onde você está e para onde deve caminhar.

 

2ª Alto Engajamento

 

Maior poder de fidelização de clientes, pois conquista o interesse das pessoas, ao invés de interrompê-las com publicidade.

 

3ª Precisão

 

Chega na hora certa para a pessoa certa, isto é, quando ela está buscando o que você oferece, aumentando as chances de conversão.

 

4ª Menor Custo

 

Com várias opções de ferramentas e informações disponíveis na internet, o custo para implementação e acompanhamento do negócio se mais praticável.

 

5ª Sustentabilidade

 

O menor custo e menor barreira de entrada reduzem o risco de um novo negócio quebrar. Novos negócios tem maior chance de obterem lucro em um menor período de tempo, dando sustentabilidade à empreitada.

 

6ª Poder de Viralização

 

Alto potencial de viralização, já que conteúdos bem elaborados costumam ser compartilhados na internet, aumentando sua visibilidade.

 

7ª Segmentação

 

Alto poder de segmentação, baseando-se não só em dados demográficos, mas também no comportamento do consumidor.

 

8ª Assertividade

 

Foco nas necessidades do cliente, ajudando-o a tomar decisões mais assertivas;

 

9ª Personalização da comunicação

 

Acompanhar e personalizar a comunicação com o cliente, o que gera maior proximidade e confiança na relação.

 

E aí, o marketing digital não dá possibilidades para que um negócio cresça? Eu creio que sim, porém, o trabalho deve se manter firme, e cada processo deve ser seguido da maneira certa, para que essas vantagens sejam válidas.

 

Trabalho Feito por profissionais de marketing digital

 

 

trabalhos relacionados ao marketing digital2_mini (1)

 

Quando um negócio online está trazendo resultados positivo, isso é sinal que um bom trabalho está sendo feito continuamente.

 

Esses trabalhos são importantes, pois funcionam como um combustível para que negócio continue girando, e cada vez crescendo mais!

 

Trazendo resultados como: Mais visibilidade para o negócio, mais leads(contato de email), mais engajamento com o público, mais vendas e etc…

 

Veja quais são as tarefas importantes que não podem ficar de lado na sua estratégia de marketing digital.

  

Planejamento

 

Fazer o planejamento de marketing digital minimiza os erros e aumenta as possibilidades de acerto.

 

Portando, qualquer tarefa relacionada ao marketing digital deve ser precisamente planejada.

 

Planejar como vai ser distribuído o conteúdo e planejar quais vão ser os horários das atividades que você vai realizar são só o começo e fundamentais.

 

Como qualquer outro trabalho que é focado em resultados, com o marketing digital não é diferente, e a estratégia serve para que os riscos diminuem e as possibilidades de acerto cresçam.

 

Produção de conteúdo

 

Produzir conteúdos com informações úteis e de qualidade, que atendam as necessidades da persona vão fazer com que a sua estratégia de marketing digital aconteça,ois as pessoas vão poder te acompanhar justamente por poder se informar quanto ao assunto que lhe interessa.

 

É importante que o conteúdo entregue tenha imagens, escritas, vídeos de qualidade e suas informações sejam de fontes confiáveis, transmitidas por meio de autoridades da área.

 

SEO

 

Search Engine Optimization (SEO), é a técnica utilizada para otimizar sites ou blogs para os mecanismos de busca, como por exemplo: Google e Yahoo.

 

SEO, faz com que as pessoas acessem o conteúdo de um site por meios de posicionamento de palavras chaves nos buscadores, fazendo com que o acesso aconteça por meio de buscas orgânicas (gratuito).

 

Esse trabalho envolve o planejamento e desenvolvimento de um conteúdo de qualidade, otimizando o site/blog para desktop e dispositivos mobiles, dentre outras coisas.

 

Ou seja, um trabalho de SEO é feito para melhorar a experiência do usuário, e também para que os buscadores “entendam” que existe relevância no conteúdo do site.

 

SEM

 

SEM é a sigla para Search Engine Marketing, que significa marketing em sites de busca.

 

SEM é uma forma de marketing na internet, que tem o objetivo de promover sites aumentando sua visibilidade nas páginas de resultados (SERPs), através do uso de publicidade paga, fazendo com que a empresa fique nas primeiras posições dos resultados de busca por palavras-chave relacionadas.

 

Monitoramento e Análise de Métricas

 

Monitorar o trabalho que está sendo realizado em todas as partes da sua estratégia de marketing digital deve ser uma das suas prioridades, pois isso vai permitir que você direcione o rumo do seu negócio.

 

Ou seja, quando o monitoramento é feito, as probabilidades do seu empreendimento darem certas usando as estratégias de marketing digital são gigantescas.

 

Algumas coisas que você monitorar: Produção de conteúdo, campanhas pagas nas mídias de comunicação, resultados com SEO, feedback das pessoas que estão interagindo com o conteúdo que você entrega e etc…

 

Durante o trabalho de marketing digital devem ser estabelecidas as métricas que você deve monitorar de acordo com o seu objetivo.

 

Pois, quando bem monitoradas, as métricas de marketing digital podem ser uma mina de ouro. Elas mostram onde você está errando, apontam a direção para corrigir os rumos e revelam oportunidades valiosas.

 

A análise de métricas pode variar de acordo com o objetivos do negócio, e quem estabelece esse objetivos e prioridades, são os responsáveis pelo negócio.

 

Veja algumas métricas importantes que podem ser analisadas em uma estratégia de marketing digital.

 

Retorno sobre investimento (ROI)

 

A taxa de retorno sobre investimento, designada pela sigla em inglês ROI ou Return On Investment, consiste em uma métrica utilizada para mensurar o rendimento obtido com uma dada quantia de recursos. O ROI é dado pela razão entre o lucro líquido alcançado e o investimento efetuado dentro de um dado período. 

 

Taxa de Cliques (Click-through-rate ou CTR)

 

Taxa de cliques (CTR): É proporção da frequência com que as pessoas que visualizam seu anúncio clicam nele. O CTR é o número de cliques recebidos pelo seu anúncio dividido pelo número de vezes que ele foi exibido: cliques ÷ impressões = CTR.

 

Custo por lead (CPL)

 

O CPL nos permite saber o valor de cada lead gerado, dividindo a quantidade investida com o trabalho de marketing digital, pelo número de leads gerados das diversas fontes de tráfego.

 

Taxa de conversão

 

Taxa de conversão é a definição do número médio de conversões por clique no anúncio, mostrado como uma porcentagem.

 

Para calcular as taxas de conversão, divida o número de conversões pelo número total de cliques no anúncio que podem ser acompanhados até uma conversão durante o mesmo período.

 

Testes Infinitos

 

Testar imagens, títulos, textos, frequência de entrega de conteúdo, formato de vídeos e muitas outras coisas que devem ser feitas todos os dias respeitando prioridades é importante para que o negócio esteja se desenvolvendo e trazendo resultados.

 

Social Media

 

As mídias sociais se tornaram um dos canais mais importantes para as empresas, nesse cenário, novas profissões aparecem, como o Social Media Manager.

 

O nome diferente na verdade acaba escondendo uma função importantíssima para as ações de marketing nas redes sociais.

 

Um social media manager é aquela pessoa que vai criar conteúdo, responder aos comentários e questionamentos e lidar com toda aquela audiência que interage com a página que a marca ou a empresa possui em uma rede social.

 

Este gerente é um profissional que recebe a confiança da organização para o monitoramento de sua presença nas redes sociais.

 

Ele é que vai desenvolver o marketing de relacionamento dentro da mídia social — analisando, filtrando e medindo o que é comentado e compartilhado pelos usuários acerca da marca, seus produtos e serviços.

 

Tráfego Pago

 

No tráfego pago, como o próprio nome já indica, você precisa pagar para que os visitantes cheguem até a página de sua empresa.

 

Isso é feito através de anúncios que contém as palavras-chave escolhidas por você e, somente quando clicam nele, você precisa pagar.

 

Para manter a taxa do seu tráfego pago constante é necessário ter sempre anúncios ativos. Afinal, sem anúncios esse tipo de tráfego irá decair. E para crescer é importante que cada anúncio seja adequado às mídias nas quais serão divulgados.

 

O investimento em mídia paga pode impulsionar os conteúdos produzidos em seu blog ampliando o alcance desses materiais, divulgar o seu site, ofertar uma promoção, entre outras opções.

 

Ferramentas Essenciais para o Trabalho com marketing

 

O Marketing Digital abriu novas possibilidades para empreendedores e empresas de diferentes tamanhos e nichos de mercado.

 

Além da facilidade para se iniciar investimentos minimizando esforços no meio digital, existem uma infinidade de ferramentas que podem te auxiliar de diversas maneiras com o monitoramento, gerenciamento, análise e assim por diante.

 

Novas ferramentas de marketing digital surgem constantemente, e eu separei algumas plataformas que poderão te auxiliar de alguma forma.

  

Google Search Console

 

O Search Console é um serviço gratuito oferecido pelo Google para ajudar você a monitorar e manter a presença do seu site nos resultados da Pesquisa Google.

 

Não é preciso se inscrever no Search Console para que seu site seja incluído nos resultados de pesquisa do Google.

 

No entanto, inscrever-se neste serviço pode ajudar você a entender como o Google vê seu site e otimizar o desempenho dele nos resultados de pesquisa.

 

Keyword Planner

 

O que é o Keyword Planner é uma ferramenta que tem como objetivo auxiliar anunciantes a criar campanhas na rede de pesquisa ou expandirem campanhas já existentes.

 

Essa ferramenta permite fazer análise de palavra chaves e de dados, como por exemplo, quantidade de pesquisas por mês, lance sugerido e concorrência.

 

Google Analytics

 

O Google Analytics é uma ferramenta gratuita que monitora as métricas de navegação de um site na internet, por exemplo, o número de visitantes de um site, a quantidade de tempo de permanência na página e a origem do tráfego, dentre outras tantas possibilidades, o profissional de Marketing poderá estabelecer quais indicadores vêm mostrando maior eficácia e quais precisam ser repensadas.

 

Esse definitivamente é um grande aliado de empresas de todos os ramos e portes!

 

Slack

 

Para um bom funcionamento de uma empresa, o compartilhamento de informações é essencial.

 

E no momento, o Slack é a ferramenta perfeita para isso, uma vez que permite transparência com os dados, compartilhar projetos e processos decisórios, arquivos, Links, e modificar status do usuário, fora outras finalidades.

 

Você pode criar um canal para acompanhar o desenvolvimento de um projeto, para discutir um tópico e para a comunicação de um time específico da sua empresa.

 

O Slack sendo usado da maneira certa, permite que seu time fique mais integrado e melhore o desenvolvimento do seu produto ou serviço.

 

Estamos usando a ferramenta para nos comunicarmos a respeito de vários assuntos aqui no IAD, e comprovamos que ela se torna bem útil no dia a dia.

 

Email marketing

 

O E-mail marketing, é a utilização do e-mail como ferramenta de marketing direto, respeitando normas e procedimentos, analisando o retorno gerado através de relatórios e análises gráficas, para poder gerar campanhas cada vez mais otimizadas para conversão.

 

Canva

 

O Canva permite que você crie layouts incríveis, infográficos, imagens para posts, capa de Facebook e várias outras coisas.

E o melhor está ferramenta é gratuita e fácil de usar, você vai me agradecer por ter te apresentado.

 

Trello

 

O Trello é um sistema de quadro virtual para gerenciamento de tarefas. Ele permite a criação de diversos quadros, nos quais podemos criar quantas colunas quisermos.

 

Você também pode adicionar membros de equipe, checklist, links personalizados, fazer download de arquivos no Google Drive ou computador, adicionar comentários e visualizações em tarefas ou projetos.

 

Como Aprender Marketing Digital em 2018

 como-aprender-marketing-digital_mini

 

 

Se você chegou até aqui, parabéns! Já conhece os conceitos básicos do Marketing Digital e como ele pode te ajudar a gerar resultados.

 

Só que marketing Digital é um assunto complexo, que deve ser estudado nos mínimos detalhes para que você não fique para trás.

 

Portanto, invista o seu tempo em aprender mais!

 

Empresas e pessoas que estão construindo seus negócios pela internet estão investindo cada vez mais nesse conhecimento, aprimorando etapa por etapa essas estratégias a cada dia que passa.

 

Conheça algumas coisas que você pode fazer para aprimorar seu conhecimento nessa área.

 

Faça cursos online

 

Conteúdos online oferecido por blogs de marketing digital são extremamente valiosos na hora de aprender sobre o assunto.

 

No entanto, se você deseja se tornar um expert de verdade, invista em cursos online.

 

Existem diversos formatos de cursos sobre Marketing Digital, inclusive alguns que são gratuitos.

 

Para começar, baixe o nosso e-book gratuito “Os 7 Pilares Do Sucesso Nos Negócios Online” através do formulário abaixo!

 

Mantenha-se atualizado

 

Acompanhar blogs de referências nacionais e internacionais são uma ótima maneira de entender os processos dessa estratégia e se manter atualizado com as tendências da área.

 

Para simplificar o processo de acompanhar diversos blogs, assine newsletters ou utilize ferramentas como o Digg Reader que agrupam vários feeds de blogs em um só lugar.

 

Procure materiais didáticos

 

Hoje em dia, não faltam materiais gratuitos que ensinam sobre Marketing Digital.

 

Basta procurar no Google para encontrar blogs, ebooks e webinars que tratam das mais diversas partes do Marketing Digital.

 

Aqui no blog Início Avançado Digital, e no nosso canal do Youtube, disponibilizamos vários materiais sobre os mais diversos assuntos nessa área!

 

Conclusão sobre marketing digital

 

Como você pôde ver, o marketing digital é bem completo e envolve uma série de ações e planejamento, mas para se tornar um profissional da área basta estudar bastante e acompanhar blogs ou o canais do Youtube, como o do Início Avançado Digital.

 

Ainda há muito espaço para o marketing digital crescer e, aos poucos, as empresas estão investindo cada vez mais nessa forma de expandir negócios, abandonando o offline e indo para a Internet.

 

Se você ainda não investe no marketing digital para o crescimento do seu negócio, é hora de começar a considerar seriamente, pois os resultados podem ser impressionantes.

 

Espero que esse pequeno artigo sirva como primeiro passo para você entender o suficiente para ir nessa direção.

 

Um Abraço!!

Adailton César
Adailton César
Pastor por formação e vocação, começou a trabalhar pela internet em 2007 para manter seu ministério. Hoje, é CEO da Gama System Soluções Online e mentor do Início Avançado Digital, que transforma a vida de mais de três mil alunos ao redor do mundo, além de viajar o Brasil para pregações e palestras.

1 Comentário

  1. Olha eu aqui passando novamente, Estou acompanhando seu Blog que é Maravilhoso! Essas informações tem me ajudado bastante e acredito que outras pessoas também. Sou grata. Sucesso Sempre!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *